Vale a pena ser feliz

sábado, 25 de julho de 2009

Animação III...vale a pena, com certeza!

É mesmo!... Desculpe se eu insisto, mas é que ainda tem assunto...É que eu me lembrei de que os filmes de animação, principalmente nos dias de hoje, estão sendo dirigidos aos adultos. Achei, neste sentido, muito oportuno colocar um vídeo que fala bem sobre isso, extraido do Youtube. Veja abaixo:



O pai do cinema de animação foi considerado sendo Emile Cohl, com o filme "Fantasmagorie", em 1908. A origem do cinema animado, hoje, já tem a sua controvérsia.

A série de Flip the Frog, criado por Ub Iwerks, foi o primeiro desenho colorido, em 1930. Veja o vídeo abaixo:



Fiz uma compilação deste herói, o Flip, para ser visto em seguida. Este sapo assume posturas de sedutor, fanfarrão, vagabundo e sucumbido aos poderes de sua namorada "irresistivelmente" sedutora. Muitas cenas sobressaem os aspectos eróticos dos filmes. Alguns desenhos já estão em nova versão, com outro desenhista-Eric Schwartz.




Novamente volto a falar de Betty Boop. É que esta personagem revolucionou o cinema de animação com o seu jeito provocante e sensual de dançarina, obtendo sucesso enorme. Seu criador, Max Fleischer, teve que lutar com a censura da época para continuar com o seu trabalho. Mas hoje, Betty com quase 80 anos, continua encantando a todos, porque seu desenho é perfeito no que quer transmitir com um misto de provocação e ingenuidade.
O resumo abaixo expressa bem a sua história.

A história de Betty Boop!
Criada na década de 30 (1930) a sexy Betty Boop foi um dos maiores sucessos dos irmãos Fleischer. Sua primeira aparição foi em Dizzy Dishes, um desenho animado estrelado pelo cachorrinho Bimbo e teve a primeira criação de Betty para ser sua namorada. Ela tinha cacterísticas caninas; orelhas longas de cachorro e nariz redondinho e preto. Mas acabaram tranformando suas orelhas em brincos de argolas e o nariz passou a ter formato em nariz humano. Logo sua popularidade ultrapassou a de Bimbo, tornando-se personagem principal nos desenhos. Aparecendo pela primeira vez como humana em 1932 no desenho Any Rags. Com esse seu jeitinho atraente conquistou muitos fãs!

Entre os personagens que integravam "Betty Boop" os que mais se destacavam eram: Grampy, um divertido inventor, que apó colocar seu 'chapéu pensante' , conseguia resolver qualquer problema , Koko o palhaço e Pudgy o cachorrinho da Betty.

Se você quiser ver a cronologia da Betty Boop, clique no link abaixo:

http://www.google.com.br
/archivesearch?q=betty+boop+historia&scoring=t&hl=pt-BR&um=1&nav_num=50


Para empolgar, alguns vídeos foram condensados em uma única tela. Vale a pena dar uma olhada para notar , principalmente, os traços nos desenhos e o seu erotismo.



Notando o erotismo nos desenhos, está na hora de citar a animação erótica que toma vulto no nosso país. Todo ano tem um festival de desenhos eróticos que são bem assistidos pelos apreciadores e críticos de filmes.

Confira um dos filmes que participaram do festival.
video

O nosso país também criou desenho animado para adulto que se chamou Fudêncio, que pouca gente viu. Este desenho foi criado por Thiago Martins, Pavão e Flavia Boggio. Trago aqui para vocês vários capítulos:


Um outro artista que fez" Wood & Stock-Sexo, Drogas e Orégano" que é o Otto Guerra, tem o seu filme baseado nos desenhos do cartunista Angeli, e sendo apresentado , de novo, no Anima Mundi deste ano. Este cineasta tem vários trabalhos neste campo. Angeli publicou seus quadrinhos em várias revistas. Veja o vídeo e tire conclusões.



Um outro tipo de desenhos que também trouxe novidades foi os da UPA( Produtores Unidos da América), com relevância nessa indústria nas décadas de 40 e 50, pois revolucionaram com a criação de um estilo próprio radicalmente diferente dos desenhos da Disney. Eles não queriam usar desenhos de animais engraçadinhos e sim personagens humanos, criando então o Mr. Magoo( um homem velho e míope). Seu criador faleceu este ano e deu notícia nos jornais.
Quinta-feira, Março 19, 2009
MR. MAGOO

Morreu o criador da personagem de animação Mr. Magoo, ou o Pitosga, um milionário míope que fez as delícias de muitos de nós.

O escritor e guionista Millard Kaufman, criador deste interessante personagem de animação, faleceu aos 92 anos em Los Angeles.

Diversos talentos da UPA foram citados na lista negra como comunistas e foram, portanto, perseguidos. A saída de alguns desses talentos prejudicou claramente a qualidade das produções da UPA. Veja o desenho de Mr. Magoo.



Os desenhos animados criados por Ralph Bakshi já apresentam um explícito conteúdo adulto. Fritz the Cat é o retrato do malandro urbano que se vira sem nenhuma ética ou moral , a sua maneira, dentro dos problemas das cidades. Fica abaixo, para quem quiser, o filme "As nove vidas de Fritz, o gato".



Toda a série HQHeavy Metal, que desde de 1977 vem se apresentando com suas histórias picantes e emolduradas de cenas de violêmcia e de erotismo, promete uma nova adaptação para o cinema, embora já tenha sido anunciado o seu cancelamento nos estúdios (Paramouth Pictures).
Assista abaixo o trailer lançado em 1981 e, em seguida, a última versão de 2000.







É... parece que eu tenho que fazer uma segunda parte deste post , pois quero falar de outros desenhos que foram muito importantes. Até amanhã.

Levic

Nenhum comentário: